bio

TALITA GUIMARÃES

Natural de São Luís – MA (1989). É jornalista de formação, escritora e mediadora de leitura. Licencianda em Letras/Português (UFMA). Autora dos livros Vila Tulipa (2007 – Prêmio Odylo Costa, Filho em 2006) e Recorte! (2015). Integra ainda a coletânea São Luís em Palavras (2017). No meio audiovisual assinou a produção do curta-metragem Carta Vermelha (MA, 2016, 7'), dos diretores maranhenses Josh Baconi e Nat Maciel e a assistência de direção da série para TV Pública O dia em que nos tornamos terroristas (BRA, 2017) dirigida pelo cineasta gaúcho Lucian Rosa. Em parceria com o Grupo TeatroDança, assinou o texto da performance Menestréis que apresenta a trajetória do grupo fundado pela dramaturga Júlia Emília. É a idealizadora e mediadora do projeto Literatura Mútua e coordena o Clube de Leitura de Autores Maranhenses AMEI LER. Presta serviços de revisão e preparação de texto.

Atua como mediadora desde 2016, já tendo mediado mais de 60 eventos, entre rodas de conversas, palestras e conferências para projetos como Literatura Mútua (2016 a 2019), Feira do Livro de São Luís (2016 a 2018), Arte da Palavra - SESC/MA (2019), Papo Ilustrado - Feira de Desenhistas (2019), Clube AMEI LER (2019) e Ciclo de Palestras “Os Tambores de São Luís em debate” – Casa de Cultura Josué Montello (2019). Durante a circulação literária do projeto Literatura Mútua mediou conversas com escritores na Galeria Trapiche, Biblioteca Municipal José Sarney, Centro de Ensino São Cristóvão, Livraria e Espaço Cultural AMEI e Casa de Cultura Josué Montello.


Comentários

Postagens mais visitadas